domingo, 12 de julho de 2015

Semeando a Liberdade e a Ética para colhermos um Futuro sem Escravidão

Uma coisa que marca a história humana é a Escravidão: Desde os tempos das pirâmides, passando pelos navios negreiros e até os dias atuais do escravo assalariado.
No decorrer dos tempos o "senhor do escravo" percebeu que ao deixar o escravo escolher a sua própria escravidão haveria muito mais "produção" que jamais o chicote poderia alcançar.
O Chicote não era capaz de explorar a maior fonte produtiva do escravo: a força intelectual.

Hoje o escravo é livre para escolher o seu tipo de escravidão - seu Modus Operandi

E como o escravo é "recompensado" com "papel-moeda (dígitos)" , ou seja, algo que pode ser produzido do nada (sem lastro, sem valor em si mesmo) - isso torna o poder de obter escravos sem limites para aquele que detém a "impressora da moeda". Isso significa escravidão Infinita. 

dígitos -> OO  (Nunca foi tão fácil comprar escravos)

A Maior parte da Humanidade está muito feliz com esse modelo de escravidão. Afinal de contas, aquela chicotada deveria ser bem dolorida, não é mesmo? E como o escravo fica feliz quando ele tem permissão de ficar trinta dias ausente de seu "modus operandi" para desfrutar ao redor do mundo do "papel" que ele acumulou.  

Assim o escravo é mantido em sua zona de conforto. A meta do escravo é atingir o seu Modus Operandi, pois esse estágio significa para ele Zona de Conforto. E por isso o escravo é, bem cedo em sua vida e por um longo período, "treinado/educado" a buscar objetivos que o faça alcançar a sua zona de conforto.

A maior força a favor da escravidão é o Medo.
   -Medo do chicote.
  - Medo da Morte
   -Medo de não alcançar o "modus operandi".

Medo: Força motriz da escravidão

E para combater essa força (Relutância) o escravo usa um "escudo da segurança": o seu senhor, o dono, o Governo (político-religioso-econômico). O Governo por sua vez é o grande "viabilizador" do modus operandi. Está criado o Vício e a Dependência. A droga e o drogado. É o ciclo vicioso.

Recursividade: Escravos criam Governos. Governos criam escravos. 

O Governo/senhor (político-religioso-econômico), a fim de perpetuar sua posição enaltecida  potencializa toda e qualquer forma de Dependência:  (Sistema de Ensino, Sistema de Saúde,  Sistema Legislativo, Sistema Executivo, Sistema Judiciário, Sistema Religioso)

Assim é impossível não se tornar um escravo num ambiente potencializado para a Escravidão. 

Contudo, por mais que o escravo esteja contente com o seu "modus operandi", há uma coisa que ele jamais obterá em seu "status quo": Liberdade e Ética. 

É possível criar Sistemas para ADIAR o confronto com a REALIDADE.
Mas é impossível EVITAR o confronto com a REALIDADE.

Escravidão é Ausência de Ética.

Defina-se Liberdade como a capacidade de fazer o que se quer (livre-arbítrio/vontades) e quando se quer.
Defina-se Ética  não atrapalhar a Liberdade dos outros.

Por exemplo, o maior exemplo de escravidão é praticado por um assassino. Pois embora ele tenha a capacidade de fazer o que quer: matar, ele não possui Ética, pois ele está atrapalhando a liberdade do outro viver.

Assim como a Escravidão, a Liberdade também depende de um ambiente potencializado para a Liberdade.

O(s) Sistema(s) à nossa volta não é favorável para aqueles que escolhem ser Livres. É um sistema favorável apenas para aqueles que escolheram ser escravos. Portanto é um Sistema sem Ética. 

Semeando a Liberdade e Ética-  para aqueles que a desejarem.

Certo filósofo do passado disse que se houvessem máquinas, não haveria a necessidade de escravos.
O que esse filósofo disse é Verdade: "se houvessem máquinas, não haveria a necessidade de escravos".

O que passou despercebido pelo filósofo  é que essas máquinas existem, e que PORTANTO NÃO HÁ NECESSIDADE DE ESCRAVOS.

Essas máquinas robóticas super avançadas e otimizadas foram projetadas para servir.
E como elas foram otimizadas para serem máquinas servidoras, não há um conflito de Ética. É um relacionamento de duas vias: Vence-Vence.

Irei descrever apenas algumas dessas maravilhas da robótica: - Robôs Projetados para Servir: Inteligência Natural.

Robô Servidor Artocarpus altilis - Fruta Pão

Esse robô não poluente possui um processador otimizado capaz de produzir uma fonte (fruto)  rica em proteínas cuja unidade de 3 kg fornece a porção de carboidrato de uma refeição para uma família de cinco seres humanos.
    Esse robô de Inteligência Natural propicia um Ambiente a favor da liberdade e ética do ser humano.

Robô Servidor Psidium guajava - Goiabeira.


    Robô otimizado, não poluidor gerador de  vitamina C,  180 a 300 miligramas de vitamina por 100 gramas de fruta. Vitaminas A e do complexo B
    Esse avançado robô é útil para combater inflamações da boca e da garganta (úlceras,leucorréia) do ser Humano.
    Esse robô de Inteligência Natural propicia um Ambiente a favor da liberdade e ética do ser humano.

Robô Servidor Musa paradisiaca  - Bananeira

     Um cluster desse tipo de robô não poluidor tem uptime médio de 25 anos
    Essa máquina produz fibras, potássio, vitaminas C e A.
    Esse robô de Inteligência Natural propicia um Ambiente a favor da liberdade e ética do ser humano.

Servidor Mangifera indica - Mangueira

Robô não poluente com processador otimizado para produzir ferramentas para o combate de anemia , asma, diarréia, diurese ,entre outros.
    Esse robô de Inteligência Natural propicia um Ambiente a favor da liberdade e ética do ser humano.

Robô Servidor Persea americana - Abacateiro

Robô não poluente cujo processador é otimizado para produzir gordura de fácil absorção pelo organismo humano.
    Esse robô de Inteligência Natural propicia um Ambiente a favor da liberdade e ética do ser humano.

Robô Servidor Eugenia uniflora - Pitangueira

  Robô não poluente cujo processador é otimizado para combater afecções renais, anemia, ansiedade, bronquites, diarréias, estados febris, excesso de oleosidade na pele, gota, gripes, pressão alta, reumatismo, tosses, verminoses.
    Esse robô de Inteligência Natural propicia um Ambiente a favor da liberdade e ética do ser humano.


Esses foram apenas alguns exemplos de máquinas servidoras, robôs de Inteligência Natural, projetadas para criar um ambiente propício para aqueles que escolherão a Liberdade e Ética como o seu modus operandi na vida.

Já o modus operandi da escravidão significa nascer , crescer e se reproduzir como robôs de Inteligência Artificial… (ausência de Liberdade e Ética é ausência de Inteligência)

Robôs de Inteligência Artificial: Escravos geram Escravos
É necessário semearmos a Liberdade e a Ética para podermos colhermos um Futuro livre da Escravidão.

Tudo o que o modus operandi Livre e Ético precisa é desses robôs de Inteligência Natural espalhados pelo mundo. (Afinal de contas eles estiveram por aqui nesse planeta muito ANTES da espécie humana)
Tudo que  o modus operandi da Liberdade precisa vem da terra e do céu: De graça recebeste, de graça dai.

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Profetiza contra os pastores de Israel


João 16 “Tenho falado estas coisas para que não tropeceis. 2 [Os] homens vos expulsarão da sinagoga.

Mateus 18:6
6 Mas, todo aquele que fizer tropeçar a um destes pequenos que têm fé em mim, para este seria mais proveitoso que se lhe pendurasse em volta do pescoço uma mó daquelas que o burro faz girar e que fosse afundado no alto-mar.


João 14:1 “Não se aflijam os vossos corações. Exercei fé em Deus , exercei fé também em mim.”

Ezequiel 34
 E continuou a vir a haver para mim a palavra de Jeová, dizendo: 2 “Filho do homem, profetiza contra os pastores de Israel. Profetiza, e tens de dizer-lhes, aos pastores: ‘Assim disse o Soberano Senhor Jeová: “Ai dos pastores de Israel, que foram tornar-se apascentadores de si mesmos! Não é ao rebanho que os pastores devem apascentar? 3 A gordura é o que comeis e com lã é que vestis a vós mesmos. Abateis o animal gordo. Não apascentais o próprio rebanho. 4 Não fortalecestes as adoentadas, e não curastes a doentia, e não pensastes a quebrada, e não trouxestes de volta a dispersada, e não procurastes a perdida, porém, mantiveste-as em sujeição com severidade, sim, com tirania. 5 E aos poucos foram espalhadas por não haver pastor, de modo que se tornaram alimento de toda fera do campo e continuaram a ser espalhadas. 6 Minhas ovelhas continuaram a perder-se em todos os montes e em todo morro alto; e minhas ovelhas foram espalhadas sobre a superfície inteira da terra, sem haver quem [as] buscasse e sem haver quem [as] procurasse.
7 “‘“Portanto, pastores, ouvi a palavra de Jeová: 8 ‘“Assim como vivo”, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová, “por certo, visto que as minhas ovelhas se tornaram algo a ser saqueado e minhas ovelhas continuaram a ser alimento para toda fera do campo, por não haver pastor, e meus pastores não buscaram as minhas ovelhas, mas os pastores continuaram a apascentar a si mesmos e não apascentaram as minhas próprias ovelhas”’, 9 por isso, pastores, ouvi a palavra de Jeová. 10 Assim disse o Soberano Senhor Jeová: ‘Eis que sou contra os pastores,+ e certamente exigirei de volta as minhas ovelhas da sua mão e os farei cessar de apascentar* as [minhas] ovelhas,+ e os pastores não mais se apascentarão a si mesmos;+ e vou livrar as minhas ovelhas da sua boca e elas não se tornarão alimento para eles.’”
11 “‘Pois assim disse o Soberano Senhor Jeová: “Eis aqui estou, eu mesmo, e vou buscar as minhas ovelhas e cuidar delas.+ 12 Com o cuidado de alguém que apascenta a sua grei+ no dia em que chega a estar no meio das suas ovelhas que foram espalhadas,+ assim cuidarei das minhas ovelhas; e vou livrá-las de todos os lugares aos quais foram espalhadas no dia de nuvens e de densas trevas.+ 13 E vou fazê-las sair+ dentre os povos e reuni-las das terras, e vou fazê-las chegar ao seu solo+ e apascentá-las nos montes de Israel, junto aos regos e junto a todos os lugares de morada da terra.+ 14 Apascentá-las-ei num bom pasto e seu lugar de permanência virá a estar nos montes altos de Israel.+ Ali se deitarão num bom lugar de permanência+ e pastarão num pasto gordo sobre os montes de Israel.”
15 “‘“Eu mesmo apascentarei as minhas ovelhas e eu mesmo as farei deitar-se”,+ é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová. 16 “Procurarei a perdida*+ e trarei de volta a dispersa, e pensarei a quebrada e fortalecerei a doentia, mas aniquilarei a gorda e a forte. A esta* apascentarei com julgamento.”
17 “‘E quanto a vós, minhas ovelhas, assim disse o Soberano Senhor Jeová: “Eis que julgo entre ovídeo e ovídeo,* entre os carneiros e os cabritos.+ 18 É algo de somenos importância para vós apascentardes a vós mesmos no melhor dos pastos, mas pisardes o resto dos vossos pastos com os vossos pés, e beberdes água pura, mas sujardes a que sobra, batendo com os vossos próprios pés? 19 E quanto às minhas ovelhas, devem elas pastar no pasto pisado pelos vossos pés e devem elas beber a água tornada suja pelo bater de vossos pés?”

Amor Incondicional:
https://www.youtube.com/watch?v=hkpW8zczN9w&feature=youtu.be&t=165

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Verdades depreciadas..Uma Torre sobre areia

Nesse post irei fazer breves comentários sobre algumas das coisas escritas na revista A Sentinela 15 Março de 2015.

Vamos começar com o primeiro "Remendo Novo":
---
---
O que podemos concluir do que lemos acima?
O fato do "escravo fiel e discreto" ter que se tornar "cada vez mais discreto" só nos leva a uma conclusão: o "escravo fiel e discreto" ao "longos dos anos" (desde 1919) não era REALMENTE o "escravo fiel e discreto". 
Não é de admirar que Jesus tenha levantado o desafio: "Quem é REALMENTE o escravo fiel e discreto?"  

Nesse ponto a revista afirma que o "escravo fiel" é o Corpo Governante, o que equivale a dizer que o escravo fiel "é" os senhores:  Herd, Jackson, Lett, Losch, Splane, Morris & Sanderson.
Até ai não vemos nenhuma diferença do que já existe no mundo da Autoridade e Governança Religiosa: Um grupo de Papas no topo da pirâmide sobre "muitas águas , povos nações e tribos". (vide Revelação)

É fatídico do ser humano se AUTO declarar alguma coisa:

Lucas 16:15 e: “Vós sois os que vos declarais justos perante os homens, mas Deus conhece os vossos corações; porque aquilo que é altivo entre os homens é uma coisa repugnante à vista de Deus.

"Vós sois os que vos declarais justos perante os homens"
"Vós sois os que vos declarais "fiel e discreto" perante os homens"

 "Não aceito glória de homens"
 “Se eu glorificar a mim mesmo, a minha glória não é nada. " (João 5:41
João 8:54 )


Vale lembrar também que A Torre de Vigia já disse que:

- 1799 foi o começo dos últimos dias...
- 1874 iniciou-se a presença invisível de Cristo e em 1914 virá o fim (Armagedom) do sistema de coisas (Estudos das Escrituras , Vol II , Sentinela 15 de Junho de 1911 p.190 – Em Inglês )
- 1925 seria a ressurreição de Abraão , Daniel, etc
- 1975 seria uma boa data para o Armagedom
- que a geração de 1914 não iria passar sem ver o "Armagedom"
- Até alguns poucos anos atrás a Torre de Vigia dizia que o "escravo fiel e discreto" era composto pela "classe dos cristãos ungidos"

         Ai de ti se discordasse de qualquer um desses ensinos! E assim continua...


E qual será "o entendimento atual" a respeito de 1914 em 2040?



Por que essas coisas mudaram???
Essas coisas mudaram pois não passavam de Mentiras. E muitas coisas ainda irão mudar pelo mesmo motivo. Produtos depreciáveis.
Mas houve o tempo em que essas mentiras foram vendidas como a "verdade provinda da organização de Deus"

As pessoas que vendem "verdades depreciáveis" sempre terão que se explicar no final...mas o real motivo é que o " escravo construiu a sua Torre sobre a areia"

Mas eu lhes digo que, no dia do juízo, os homens haverão de dar conta de toda palavra inútil que tiverem falado. O que agora dizem aponta para o vosso destino; pelas vossas palavras serão aprovados ou condenados.”- (Mateus 12:36)

Artigos relacionados:





Poucos sobre muitos - a pirâmide

O Alimento que apodrece