quarta-feira, 15 de junho de 2016

O que é o teu Deus?


"Um fundamentalista islâmico matando gays"
"Um pai testemunha de Jeová expulsando a filha de casa porque ela não é 'exemplo' para a família"
"Uma mãe que não atende o telefonema da filha excomungada"

O fato de teu Deus querer que VOCÊ prejudique pessoas (desassociando-as, matando-as, etc) é clara evidência de que, ou ele não existe, ou ele não é Deus.

Isso faz de VOCÊ no mínimo um Idólatra.