domingo, 17 de março de 2013

Otosan & kodomo

Nesse final de semana, ao declarar “nas estradas e aldeias” as boas novas do Reino de Jesus Cristo, sim , para que ovelhas de todos os apriscos façam parte da nação que foi tirada dos judeus há quase dois mil anos e dada para os que realmente quiserem ser filhos de Deus: o Reino de Deus. (Mateus 21:43. João 1:12-13, Atos 15:14-18, Rom 1:5)

Eu entrei numa aldeia de um senhor japonês (uns 65 anos), ai eu falei pra ele:

Eu vim aqui dar-lhe uma boa notícia de Verdade....é sobre Deus...
Eu perguntei para o senhor:

Como se fala 'Deus' em japonês?

O senhor respondeu: “Não sei”

Ai eu perguntei: E como se fala Pai em japonês?

Otosan” - respondeu o senhor japonês.

Ai eu continuei:
A Boa notícia é que por meio de Jesus Cristo, temos nosso “Otosan” no céu. (João 1:12-13)
Nosso “Otosan” do céu enviou o seu filho Jesus, o Salvador, aqui na terra, para que nós pudéssemos chamar Deus de “Otosan”.

Perguntei ainda para o senhor:
Se Deus é nosso “Otosan”, o que nós somos de Deus?

filhos, Kodomo” - respondeu o senhor idoso, ai eu disse-lhe:

Nós somos kodomos de Deus quando seguimos Jesus Cristo, podemos ser filhos de Deus, assim como Jesus é o Filho de Deus. A Boa nova é que podemos ser como Jesus Cristo. Deus, nosso Otosan, nos amará assim como ama à Jesus Cristo (João 14:21,23)


Divulgando a boa notícia em um mercadinho de esquina, com o dono do estabelecimento, um professo ateu anarquista, e um rapaz que professou ser “punk” e outras pessoas presentes...eu estava falando com eles sobre a proposta de Deus, nosso Pai, de sermos Seus filhos por seguir Jesus Cristo... (João 1:12,13)
De repente, dobrou a esquina um par de testemunhas de Jeová: era o principal sacerdote da sinagoga que eu pertencia junto com outro publicador “zelote”.

Ao passar por nós, eu disse ao par de 'testemunhas': “Bom dia”

Não houve resposta...simplesmente passaram...desprezando o cumprimento...

O ateu disse, entre outras coisas: “Eles não te cumprimentam! Olha, eu passei a tratar melhor as pessoas depois que eu virei ateu...isso que eles fizeram é desprezo”

Eu li para eles Mateus 5:22, mostrando que desprezar seres humanos é um enorme pecado contra o Criador dos seres humanos:

Mateus 5:22
ao passo que quem disser: ‘Tolo desprezível!’, estará sujeito à Geena ardente.

Continuamos a conversa , até que a dupla de testemunhas dobrou a esquina novamente, passando por nós, então eu lhes disse em alto e bom som:

Se vocês cumprimentam apenas os seus 'irmãos', que grande coisa vocês estão fazendo??”
Se vocês amam aqueles que os amam, o que vocês fazem de extraordinário ??” (Mateus 5:46-48)

Os dois saíram em silêncio, e não voltaram mais....

Então comentei: Não é estranho? Eles saem para falar de Deus com as pessoas, mas quando alguém quer falar de Deus com eles, eles não aceitam....E se as pessoas simpesmente tratassem à eles dessa mesma forma? E se os pastores, padres, instruíssem todos os membros de suas religiões a se comportarem da mesma forma que as testemunhas se comportam? E se pagassem com a mesma moeda?
Afinal, temos que tratar os outros da mesma forma que gostaríamos de ser tratados (Mateus 7:12)

Eles, em si mesmos, são a aprova de que estão equivocados. A sabedoria é provada justa pelos seus filhos, pelos seus resultados (Mateus 11:19, Lucas 7:35, Lucas 16:15)

Quando pessoas estão realmente reunidas livres e publicamente e tratando de assuntos de Deus, por que aqueles que se orgulham de se reunir regularmente em suas reuniões públicas não estão dispostos a falar de Deus?

A verdade é que essas reuniões das testemunhas são pseudo-públicas. Tudo nessas reuniões não passa de “scripts”. O que falar, quem pode falar. Tudo é determinado pelo “principal sacerdote”.

Mas nem nas antigas sinagogas dos judeus restringiam-se tanto a publicidade e controle das informações do que as hodiernas sinagogas das testemunhas. (Leia Atos 13:15-16)


Caminhando pela feira, ao retornar para casa, fui surpreendido por um senhor que é conhecido na vizinhança por ser “limítrofe”.
Ele chegou diante de mim e estendeu a mão, e eu estendi a minha , cumprimentando-o.
Aí, ele disse-me, repetidamente, em voz alta:

'Você cumprimenta um louco? Você é louco? '

Eu respondi-lhe em voz alta:

Você é filho de Deus tanto quanto eu sou. Todos nós somos loucos, iníquos. Quem disser que não é, é mentiroso. (Lucas 11:13A, Marcos 3:21, João 10:20)

Depois desse evento, eu segui caminho pensando o seguinte:

Que dicotomia, os que se dizem justos perante Deus, se dizem ser o povo 'sábio' de Deus, esses não dão o seu cumprimento, os loucos, os condenados, esses dão....

se o Filho vos libertar, sereis realmente livres. - João 8:36

João 9:39 E Jesus disse: “Para [este] julgamento vim ao mundo: que os que não vêem possam ver e que os que vêem se tornem cegos.”

"Seja a mudança que você quer ver no mundo!" -  Gandhi


Mateus 9:10-13 - O Livro (OL)
10-11 Mais tarde, estava Jesus com os seus discípulos a comer em casa de Mateus, e sentaram-se também bom número de gente conhecida como pouco escrupulosa, como convidados. Os fariseus ficaram chocados com aquilo. Porque se junta o vosso mestre com gente desta laia?, perguntaram eles aos discípulos.
12-13 Mas Jesus, que os ouvira, respondeu: Porque não são os que têm saúde que precisam de médico, são os doentes. Têm de aprender o que significa esta passagem das Escrituras: 'Mais do que os vossos sacrifícios, quero provas da vossa bondade . Eu vim a este mundo para chamar os pecadores para que se voltem para Deus. Não vim para os que já se consideram a si próprios bons.

(Na próxima refeição Noturna do Senhor, estarei com "gente dessa laia")

Para meditar:
Lucas 16:15 Conseqüentemente, ele lhes disse: “Vós sois os que vos declarais justos perante os homens, mas Deus conhece os vossos corações; porque aquilo que é altivo entre os homens é uma coisa repugnante à vista de Deus.

10 comentários:

Anônimo disse...

Concordo meu amado.

Anônimo disse...

Interessante o texto de Mateus 9

09:11 "os fariseus, vendo isto , disseram aos seus discípulos " (os fariseus ficaram chocados, espantados

Observe que confrontou os discípulos e não o próprio Jesus. Jesus, por comer com esses pecadores notórios, estava expressando companheirismo e amizade. João Batista tinha chegado antes, como um asceta e os líderes judeus o havia rejeitado e agora eles rejeitaram Jesus, que veio como uma pessoa mais social (Mt 11:19 / Lucas 7:34 ). Eles ainda acusaram Jesus de ser um "bebedor de vinho", que significava um "glutão" ou "aquele que o excesso de bebidas." Muitas vezes conservadorismo religioso tem um lado feio e hipócrita. Para uma discussão completa da origem e da teologia dos fariseus, veja Matt. 22:15 .

9:13 "Mas ir e aprender o que significa"

Esta é uma citação de Oséias 6:6 (como é Mat. 12:07 ). Este versículo começou com um imperativo aoristo frase que era uma linguagem que os rabinos usavam para contar(ensinar) aos seus alunos a estudar um assunto em particular. O versículo 13 é exclusivo para o Evangelho de Mateus.

"porque eu não vim chamar os justos, mas os pecadores"

Lucas 5:32 , que é o paralelo Sinópticos a este verso, acrescenta "ao arrependimento". O relato de Mateus, embora não especificamente grave este, implícita isso. As duas respostas necessárias para as pessoas a estar bem com Deus arrependimento e fé (cf. Mc 1:15 ; Atos 3:16, 19; 20:21 ). Jesus mesmo afirmou que se as pessoas não se arrepedecem iriam perecer.(cf. Lc 13:05 ).

Em um sentido teológico este acentua o conceito de aliança.
1. Deus convida (chamado divino)
2. os seres humanos devem responder (com fé inicial e continuada, o arrependimento, obediência e perseverança)

Ednilson Sacramento Silva disse...

O QUE DIRÁ O ATEU??

Se este ateu resolver questionar as "testemunhas" a respeito do ato de discriminação que ele presenciou, certamente as "testemunhas" lhe revelação a base bíblica para suas ações.
Depois dirão: Fazemos isto para demonstrar a nossa lealdade a Jeová e Sua organização terrestre, a única aprovada por Ele, Jeová.

A que conclusão chegará este ateu??

Ora, isto é uma ORDEM de Deus?? Que Deus é este que MANDA as pessoas praticarem a discriminação??

Nós, os ateus sabemos que discriminação é um crime. Sabemos que a discriminação não acrescenta nenhum bem, nem físico, nem psiquico ao discriminado.

São as ações do povo adorador de Jeová que lameiam o nome (personalidade) de Jeová perante as nações.

Imagine o que a rainha do Sul concluiu a respeito de Jeová ao visitar Salomão e ficar sabendo como os israelitas resolviam os problemas de criminalidade do reino de sacerdotes. (intolerância, terror e medo)
Depois que ela ficasse sabendo da ordem de Moisés para matar todo macho, praticar o saque e escravizar as mulheres e crianças das nações ao redor, o que ela raciocinaria a respeito deste Deus dos israelitas??

O que ela diria?? Talvez disesse: "Puxa, o teu Deus é mais sanguinário do que o nosso".

Desta forma, a personalidade de Jeová era jogada na lama.

Ednilson Sacramento Silva disse...

FALAR DO REINO É FACIL E TODO MUNDO FAZ, VIVER O REINO POUCOS O CONSEGUEM.

É UMA QUESTÃO DE TER A CAPACIDADE PARA....

Participo nesta tua alegria de perdoar âqueles que te desprezam.
Participo nesta tua alegria de estar consciente de ser um iníquo.
Participo nesta tua alegria de ver o Deus Todo Poderoso (Jeová, Javé...) como o Pai de cada humano.

Eles afirmam que Jeová, Javé..., é um Deus de "justiça", segundo os seus conceitos de justica, pois afirmam que Jeová só dará coisas boas aos merecedores dela e que Jeová não abre mão da punição sobre o iníquo.

Desta forma, blasfemam contra Jeová, Javé...., o Deus PERDOADOR, aquele Pai que nunca guarda ressentimento de Seu filho.

Desta forma, eles seguem a imagem daquele Deus de "justiça", que é muito mais fácil do que seguir a imagem do Deus PERDOADOR.
Eles afirmam que seguem a imagem do Deus "justiceiro".
Blasfemam......

Renato disse...

Olá Paulo , que arranjo preparaste para a ceia do Senhor ?

Será em local fechado ?

Será pela net ?

Como posso participar ?

Joka disse...

qual a sua opinião sobre este vídeo abaixo , caro Paulo ?

http://www.youtube.com/watch?v=83bsEFOPBIk

ExatoVerdade disse...

Oi Renato,
Nesse ano, irei celebrar a Refeição Noturna do Senhor em casa.

Tentarei transmitir pela Net, mas não sei se conseguirei.

De qualquer forma, Agradeço por querer participar da comemoração comigo. Farei oração por todos os que buscam a Verdade e que Yah compartilhe de seu espírito com todos nós.

Apóstolo TDS disse...

Irmão Paulo, que tal nos reunirmos e comemorarmos juntos a ceia do Senhor este ano? Foi só uma ideia que me passou pela mente estes dias.

Estava eu no campo, pregando com os da sinagoga, quando um morador nos atendeu. Após o irmão desenvolver um assunto com ele e tendo este morador feito uma pergunta embaraçosa, o irmão achou melhor por interromper de imediato a conversa e a se despedir. Neste momento eu abordei o irmão, na frente do morador, dizendo-lhe: "irmão *&#$ P$!$!¨, sinto muito, mas o morador tem razão. Devemos pelo menos tentar responder-lhe, não concorda?"

A pergunta do morador foi mais ou menos assim: 'por que vocês não podem nem mesmo ir a um casamento na minha igreja mas tem a cara de pau de vir aqui me convidar pra ir beber vinho na sua?'

O irmão sentiu-se ofendido e por isso quis ir embora. é muito provável que ele fosse me dizer que aquele morador é um 'cri-cri' ou coisa parecida.

entretanto, visto que eu havia questionado a atitude do irmão, era para mim que ele agora olhava 'furioso'. Até parece que eu queria humilhá-lo, mas não era o caso. O que eu queria mesmo era completar o nosso trabalho. Não fomos na casa do morador? Então porque só falar e não está disposto a escutar e a responder suas perguntas?

Quando o irmão resolveu ficar, imaginava que eu responderia à pergunta do morador, mas o que eu disse foi: "Então, irmão, o [fulano] fez uma pergunta e merece uma resposta. Eu também gostaria de ouvi-lo".

No fim de tudo, irmão Paulo, fomos embora e o irmão está zangadão comigo até o dado momento. Já se 'puseram três sóis desde então'. Efésios 4:26.

Portanto, o irmão está coberto de razões ao cumprimentar um louco na feira e o chamar de irmão. Jesus faria exatamente isso . . . !


Então, irmãos. Quantos de nós estaremos dispostos a nos reunir para a ceia do Senhor? Eu topo e fico de levar o vinho. Alguém se encarrega de levar o pão não levedado? alguém mais? . . . ninguém? Vamos irmãos, é nossa vez de nos juntarmos para 'comemorarmos'! Só não convidem o Fernando Gallo porque ele está querendo me levar amarrado para os sacerdotes da sinagoga.

Apóstolo TDS

ExatoVerdade disse...

Quanto ao vídeo....desde Nimrode que a proposta de NOM está planejada...

O problema é que ninguém dá "o grito" de alarme....muitos desconhecem ..o Vigia adormeceu...

Fiquemos de olhos abertos.

Renato disse...

Se eu morasse aí no ABC , lhe pediria para participar , creio que estarás no conforto da sua casa , mas se transmitir pela net , estarei no aguardo , só não sei ainda se consumirei os emblemas , tenho medo de atribuir julgamento á si próprio , é provável que eu ainda toque em coisa impura , tenho que procurar a minha auto aprovação e depois concluir este ato , se Yah me conceder tempo , por favor ore por mim irmão.