sexta-feira, 2 de novembro de 2012

O verdadeiro Betel

     O verdadeiro Betel (casa de Deus)


Continuemos analisando como a nação alicerçada em Jesus Cristo – o reino cristão – substituiu o papel que a antiga nação de Israel (composta de judeus carnais) exercia nos planos de Jeová Deus.

Como estudamos num artigo anterior (parte1 e parte2 ) todos os elementos da antiga nação judaica, que eram como projeção, sombra da realidade, passaram a operar como realidade no reino de Jesus Cristo.

Rei, Sumo-Sacerdote, sacerdotes, Templo, judeus – todas essas entidades existem na nação cristã que existe desde a ressurreição e entronização do Rei desta nação – Jesus Cristo – à Destra do Todo-Poderoso Jeová, até os nosso dias
(Vide artigo nação santa)

(Sempre lembro que, afirmar que o Governo de Deus deixou de ter uma representação ou embaixada terrestre em algum momento e por um determinado período é algo completamente fora do escopo das Escrituras - anti-cristão)

Assim com o advento de Jesus Cristo – o verdadeiro rei de Israel, era hora da verdadeira nação de Israel, o Israel de Deus, vir à existência, com todos os elementos que eram usados como simbologia na antiga nação, mas agora com o verdadeiro rei Jesus Cristo, acompanhado com o verdadeiro significado e implementação de todos os elementos da nação de Israel. (Vide artigo: a realidade pertence a Cristo )

É evidente que requer muito mais sabedoria e fé para reconhecermos a existência do “Israel de Deus” bem como para fazermos parte dele.

Antigamente, até os dias de Jesus, o povo de Deus estava concentrado nos arredores da judeia, havia limites geográficos, limites raciais, havia um Templo físico, material, palpável feito de pedras.

O Israel carnal e todos os seus elementos constituintes podiam ser visto com os olhos. Embora fosse proibido, os homens podiam “contar” , “fazer censo” do exército ou cidadãos dessa antiga nação.
Quão diferente disso é a nação do “Israel de Deus” que veio à existência por intermédio de Jesus Cristo – o Rei dessa nação.
Essa nação não possui limites geográficos, raciais e muito menos um Templo feito por mãos humanas.

A Casa de Deus – O Templo

O Templo é um item muito importante da nação de Deus.
As pessoas há muito associam a adoração de Deus a um lugar ou local para adoração.

As Escrituras deixam claro que Deus sempre teve sua “casa” , sua “embaixada” aqui na terra. Essa “casa de Deus” representa Seu Reino na terra.
Essa casa, onde Deus habitava ou residia começou com a tenda ou tabernáculo nos dias de Moisés e virou um Templo de pedras na cidade de Jerusalém desde os dias de Salomão até os dias de Jesus Cristo.
É interessante relembrarmos que quando a tenda e também depois o Templo foram inaugurados, uma nuvem encheu a casa – representando a presença de Jeová nesse lugar – que o Seu espírito santo residia ali.
Em artigo anteriores estudamos sobre a tenda e o Templo.

Era obrigatório para todo varão judeu israelita ir pelo menos uma vez por ano ir adorar a Deus no Templo em Jerusalém. O Templo em Jerusalém era o local , lugar físico para Jeová Deus ser adorado, pois era ali que ele “residia”, “habitava”

Ou seja, até os dias de Jesus Cristo, Jeová habitava, residia entre o seu povo em Templo (casa) feito por mãos humanas (tenda / tabernáculo / Templo Salomão / Templo Zorobabel) que ficava num lugar geográfico (Jerusalém)

Jesus deixou claro quem habitava no Templo em Jerusalém, o Grande Rei Jeová - Mateus 5:35

Mateus 23:21 "e quem jurar pelo templo, está jurando por ele e por aquele que habita nele; "

Mas com a vinda de Jesus Cristo – a principal “pedra do Templo” – era chegado o tempo de Jeová mudar-se para o Seu Verdadeiro Templo: os filhos de Deus, os cristãos, “os ungidos”. 2 Cor 6:16, 1 Cor 3:16, João 1:12 , 1 Jo 3:1

Como se deu no caso da primeira pedra do Templo – Jesus Cristo– os filhos de Deus é o lugar onde Deus habita, é onde Deus coloca o Seu Espírito Santo – a Sua presença.

Não foi e ainda não é fácil para as pessoas desassociar a adoração à Deus a um lugar ou local de adoração.

Jesus Cristo teve que explicar à uma mulher samaritana sobre a “transição” do Templo de Deus, que este Templo não seria mais um local físico para adoração. João 4:20-24

A Samaritana perguntou a Jesus qual era o LOCAL de adoração. O povo dela, samaritanos, adorava à Deus em um monte (monte Gerizim, perto da cidade de Siquém), mas o povo de Jesus, os judeus, adoravam a Jeová no Templo na cidade de Jerusalém.

Jesus, em sua resposta, mostrou que originalmente o Verdadeiro Deus Jeová “habitava” realmente no Templo em Jerusalém e por isso a salvação se originava dentre os judeus. Contudo Jesus indicou que era chegado o tempo de Deus não ser mais adorado nem no “local” Monte e nem no “local” Jerusalém.

Jesus disse que “agora é a hora” de Deus ser adorado em Espírito e Verdade.

Jesus indicara que o verdadeiro Templo seria “tais pessoas” onde o Espírito Santo de Deus reside e que são santificadas por meio da Verdade. Jesus apontou para o fim do Templo feitos por mãos, fim dum “lugar de adoração” geograficamente localizável.
O “Israel de Deus” - os cristão – os filhos de Deus - são o próprio Templo de Deus. São neles que o Espírito Santo habita.

O Templo do Cristianismo é construído pelo próprio Deus, por meio de espírito santo e não mais por meio de mãos humanas.

O espírito santo é a “argamassa” do cristianismo.
A primeira pedra – a do alicerce – foi Jesus Cristo – O Filho de Deus. As outras “pedras” são os filhos de Deus, os cristãos, que são “coladas” ao alicerce por meio de espírito santo de Jeová Deus – o Pai dos filhos de Deus, dos cristãos.

Os filhos de Deus são o Templo ou Casa de Deus, onde Ele habita. O Objetivo do Cristianismo é construir o Templo de Jeová Deus composto de filhos de Deus. 2 Cor 6:16, 1 Cor 3:16, João 1:12 , 1 Jo 3:1

Assim qualquer “ideia” ou “concepção” ou “implementação” de um local físico, geográfico, uma construção civil que seja chamada de “casa de Deus” constitui uma violação do Cristianismo. Constitui-se um ato Anti-Cristo.

As pessoas precisam aprender a desassociar adoração à Deus à locais ou construções (“igrejas,cidades, templos,casas,salões”) concebidos erroneamente como “casa de Deus”.

Desde Cristo em diante, nenhuma construção civil ou cidade chamada de “igreja”, “templo”, “casa de Deus”, “salão do Reino” tem qualquer função ou relevância na Adoração ao Pai em Espírito e Verdade. Atribuir a locais/construções terrestres o título de “casa de Deus” constitui-se um ato anti-Cristão.

O verdadeiro Templo de O Deus são os filhos de Deus e não importa o local físico ou construção ou abrigo físico. Os filhos de Deus podem se reunir fisicamente num bosque, numa praia, debaixo de uma árvore, num lar residencial particular (Filêmon 2), numa praça pública, numa prisão.

Deus não reside mais num Templo (casa, igreja, salão) feito por mãos humanas.

É assustador e decepcionante como as religiões organizadas (num ato de anti-cristianismo) levantam “templos”, “edifícios” feitos por mãos humanas e chamam, intitulam tais “locais de adoração” de “casa de Deus”.

O “Muro”, “o edifício” que Jesus Cristo demoliu , os homens e suas “religiões” (de fato, anti-cristãs) insistem em levantar.

A organização da Sociedade Torre de Vigia que lidera as Testemunhas de Jeová não é exceção disso. A liderança enfoca “na testa” (na mente) de seus associados a ideia de que os “salões do reino” são “a casa de Jeová”.
Freqüentemente ouve-se comentários tais como os abaixo ao se referir aos salões do reino:

vamos limpar a casa de Deus”
temos de respeitar a casa de Deus”

Esses dias um familiar meu, associado à Torre de Vigia, me admoestou com as seguintes palavras:

Jeová está te esperando no salão do reino”

Ou seja, a ideia de que Deus deva ser adorado “em Jerusalém”, em um lugar intitulado pelos homens como “a casa de Deus” é ainda muito forte, mesmo depois de quase 2.000 anos de Cristianismo que demoliu os templos feitos por mãos humanas.

Essa ideia de um lugar que seja “casa de Deus” é bem forte entre as testemunhas. A matriz e filiais onde as publicações da sociedade são produzidas são chamados de “Betel”, que significa “Casa (Bet) de Deus (el)”. Nesses lugares vivem os “betelitas” - uma espécie de “levitas” (???)

Certa vez um “betelita” me disse que temos que ter “reverência” pelo lar de Betel e que essa era a admoestação dada a todos perante aquele lugar.
Respeitar um lugar é uma coisa, por exemplo, devemos respeitar até mesmo as ruas como extensão de nossas casas, não jogando lixo por ai, e tratando as coisas dos outros com o cuidado como se fossem as nossas.
No entanto atribuir “reverência”, “santidade” a um local é algo, atitude e comportamento que foi eliminado pelo Cristianismo. O último local (construção) na qual a humanidade deveria render “reverência” foi o Templo em Jerusalém enquanto Jeová ainda “habitava nele”. Contudo Jeová fez a “mudança” daquela casa para “outra – os filhos de Deus” a quase 2.000 anos atrás!!

Como já expresso:
O “Muro”, “o edifício” que Jesus Cristo demoliu , os homens e suas “religiões” (de fato, anti-cristãs) insistem em levantar.

Levantar essas edificações: “templos”, “altos” constitui-se prostituição espiritual, babilônica.
Cada “casa” ou “proeminência” ou “alto”, “casa de reverência” é objeto de prostituição espiritual. Leia Ezequiel 16:30-31.

O povo chamado pelo nome de Deus – Jeová - chega ao ponto de dedicar esses “edifícios” à Jeová!!!
Qualquer testemunha está familiarizada com tais jargões:
Dedicação do salão do reino”
Dedicação do salão de assembléias”

Contudo esses “lugares” não podem ser “sacrificados” a Deus. 1 Cor 10:20-22

Parece que querem implementar um “retorno ao passado”, como nos dias do tabernáculo ou do Templo de Salomão onde locais físicos eram “dedicados à Deus”.
Será que eles querem anular ou desprezar as ações e implicações do advento de Jesus Cristo? Eles querem levantar o muro e o Templo que ele demoliu? Um anti-Cristo não é apenas um “professo inimigo de Jesus Cristo”, mas também todo aquele que quer substituir, mesmo professando união com Cristo, e anular as boas novas de Jesus Cristo.

Assim, há muitos anti-cristos, apóstatas, edificando e dedicando “casa de Deus”, “Betel”, que não são o verdadeiro Templo Dedicado de O Deus, a saber: o corpo de Cristo – os filhos de Deus, pessoas nas quais o espírito santo de Deus habita – o Verdadeiro Betel. 2 Cor 6:16, 1 Cor 3:16, João 1:12 , 1 Jo 3:1

Saber dessa Verdade nos santifica. João 17:16

Leia também:
Demolindo edifícios "sagrados"
Nação santa
Ir à igreja
O meu reino- Jesus perante Pilatos 
Atos do Reino de Deus - A Embaixada cristã 
Dai honra ao Rei - 1 Ped 2:17 
Governo do mundo Vs Governo de Deus 
Dois rebanhos - uma só esperança - filhos de Deus
de João até agora - Reino dos céus aberto


15 comentários:

Anônimo disse...

"O OBJETIVO DO CRISTIANISMO É CONSTRUIR O TEMPLO DE JEOVÁ"

O que você diz anterior a isso já é algo ensinado pelas testemunhas de Jeová desde que "os primeiros discípulos..foram chamados cristãos",Nada de melhor ou novo.

No entanto,a partir daí é que vejo afirmações puramente pessoais e desprovidas de qualquer base bíblica. Me diga,à base da bíblia,de modo claro,porque é errado chamar um local de betel,ou chamar alguém que não serve a Deus de Josué,ou,Jesus?(o que representa tais nomes) certamente,que o irmão ao lhe falar em "reverência",você deve tê-lo indagado na ocasião o que ele quis dizer,certo?

Apóstolo TDS disse...

Perfeito, irmão. Assim, concluo que os do Corpo dos Governantes das Testemunhas de Jeová da atualidade, que imitam de perto os do Corpo dos Governantes das testemunhas judaicas de Jeová do primeiro século, querem nos fazer 'retornar ao Egito'. querem fazer com que esqueçamos que somos 'templos dos Deuses'; 'cristãos ungidos pelo espírito'; 'nova criação'.

Igual ao que estou pesquisando, acerca da ação dos do grupo de 'anciãos', que faziam parte dos "apóstolo e anciãos" de Jerusalém; aqueles que 'haviam crido' e que 'ensinavam um retorno à carnalidade; à Lai Mosaica canal', os atuais homens do Corpo dos Governantes, que 'põe as suas mãos' sobre muitos 'anciãos' com um propósito: garantir o retorno de todos às práticas das coisas visíveis, carnais; em vez de nos fazer viver a espiritualidade. Estes homens negam-nos nossa 'afiliação' com os Deuses, ensinando mentiras carnais: "são apenas amigos dos deuses"; "Não são ungidos" . . . e por ai vai.

são 'homens animalescos', 'amos da fé dos crentes', destinando-os à carnalidade, ao 'Egito', à 'inimizade com os Deuses'.

Que havemos de fazer? Justamente isso: é chegada a melhor das épocas de nossos tempos. Nós, quais profetas dos Deuses santos, revolucionaremos o mundo com nosso profetizar. Peço permissão ao irmão para publicar esta sua profecia em A Continela, a revista da parte de Jeová que verazmente conta a verdade.

Apóstolo TDS

ExatoVerdade disse...

O que há de errado é incutir na mente dos frequentadores de "igreja/salão" o conceito de que o local em si é "sagrado".
Todas as religiões organizadas , inclusive a da Torre, incutem na mente de seus seguidores tal conceito, de que o local em si é a CASA de Deus, ou local de "adoração". Essa ideia ou conceito não é cristão.

A única "coisa" que deve ser dedicado à Jeová Deus é a mente e o coração do cristão, mais nada.

Não podemos inserir "fermento" nos ensinos de Cristo.

No caso do betelita, ele mesmo disse que foi uma "autoridade de Betel" que disse aquilo. Mas nao precisamos ir muito longe, existe um "conceito" entre as TJs de que o local é "sagrado" - se duvida, pergunte o conceito que uma TJ tem sobre o local - ela mesmo lhe fornecerá a resposta. Talvez um líder da "sinagoga" já tenha te convidado a limpar a casa de Deus. (nada diferente entre os católicos)


ExatoVerdade disse...

Qualquer pessoa pode reproduzir tais estudos em qualquer lugar, não precisa nem pedir autorização.

Eu mesmo apenas repito os ensinos de Cristo - o Cabeça

Anônimo disse...

"A LIDERANÇA ENFOCA NA MENTE DE SEUS ASSOCIADOS QUE OS SALÕES DO REINO SÃO "A CASA DE JEOVÁ"

Eu poderia citar centenas de publicações onde esta liderança que vc menciona se referem aos salões do Reino como "locais de adoração",e que a "casa de Deus" são toda a congregação de cristãos ungidos espalhada pelo mundo.

Você poderia,por favor,mencionar apenas duas ou três onde eles afirmam que os salões do Reino são "a casa de Deus",para comprovar o que dizes?

Do mesmo modo, eu poderia citar outras tantas onde eles ensinam que "o nosso serviço,prestado a Jeová nesses locais,"é´um serviço sagrado".

Você poderia,por gentileza,citar duas ou três onde se ensina que "os salões do Reino são locais sagrados"?

Note que de 100% estou solicitando como prova de verdade ou mentira apenas 2 a 3% só isso,sem distorções de palavras,o que lhe dá uma margem extremamente confortável.

Anônimo disse...

Obs.A questão sobre "Betel" poderemos falar depois.
grato.

Anônimo disse...

Tisc,tisc,tisc,quanta dificuldade pra se comentar! um simples comentário

leva quantos dias pra ser depurado,repensado e APROVADO? aff!!!

Anônimo disse...

A pergunta é muitíssimo simples: Após um plágio de ensino,ops! desculpe,visto que o ensino é bíblico não pertence às tj elas apenas já explicavam isso nas publicações as quais vc recorre.Bem,em vista de sua acusação de que ensinam que salões do reino são locais "sagrados" pois são "a casa de Jeová" e que isso constitui "apostasia" e visto que te apegas ao ensino de Jesus e Jesus disse "todas as coisas que queres que os homens vos façam,deveis fazer do mesmo modo a eles."A pergunta que até agora te negas a responder de forma simples é: DE MILHARES E MILHARES DE LIVROS,REVISTAS,BROCURAS ETC..ETC.. PODES CITAR PELO MENOS 2 OU 3 ONDES SE NOS ENSINAM QUE OS SALÕES DO REINO SÃO "A CASA DE jEOVÁ" OU "LOCAIS SAGRADOS"? OU SENÃO SERIAS HUMILDE O SUFICIENTE PARA ADMITIR QUE "ABRISTE A BOCA EM APOSTASIA",E FAZER UMA RETRATAÇÃO? é tão simples servir a Jeová,o conhecimento e a inteligência se tornam tão pequenos.2 dias se passaram..

ExatoVerdade disse...

Olá, estou fora da cidade e com acesso restrito à internet.
A maior prova que Betel (Torre) considera os salões do reino "sagrado" é o FATO que eles DEDICAM o salão à Jeová.
Jeová é santo (santo, santo)
Aquilo que se dedica à Deus é SANTIFICADO, tornado sagrado para Deus. (Lembre-se dos pães da apresentação???)


ExatoVerdade disse...

SUA PERGUNTA:
"leva quantos dias pra ser depurado,repensado e APROVADO? aff!!!"


Bom, talvez Betel tenha a resposta do "tempo". Faz 6 meses que eu mandei uma carta para Betel e não obtive nenhuma resposta.

Eu estou fora da cidade e com acesso restrito à internet.
A maior prova que Betel (Torre) considera os salões do reino "sagrado" é o FATO que eles DEDICAM o salão à Jeová.
Jeová é santo (santo, santo)
Aquilo que se dedica à Deus é SANTIFICADO, tornado sagrado para Deus. (Lembre-se dos pães da apresentação???)


ExatoVerdade disse...

Anônimo, Faz 6 meses que Betel não responde a questão na qual Jesus se tornou Rei Celestial no primeiro século e não em 1914. 1914 é que é apostasia, pois como pode ler nas Escrituras Jesus se tornou o rei celestial ANTES de 1914.

6 meses sem resposta à minha carta. Será que Betel vai se retratar??

6 meses se passaram. Com a medida com que medirdes, medirão a vós e se acrescentará mais:

Digo aos que se apegam à 1914:

"ABRISTE A BOCA EM APOSTASIA",E FAZER UMA RETRATAÇÃO? é tão simples servir a Jeová,o conhecimento e a inteligência se tornam tão pequenos. 6 meses se passaram.

E parem de oferecer , santificar, dedicar edifícios construídos por mãos humanas à Jeová.

Anônimo disse...

Você em outras palavras está dizendo que,digamos assim,se "equivocou" ao afirmar categoricamente que a liderança "ENFOCA NA MENTE DE SEUS ASSOCIADOS" que os salões são locais sagrados,que são "a casa de Jeová",isso jamais foi ensinado,é uma inverdade,que todos aqui saibam disso.
"A DEDICAÇÃO DO SALÃO"

Nem mesmo num discurso de dedicação se fala que tal local será sagrado. Apenas se menciona que é para uso exclusivo da adoração prestada a Deus,é essa nossa intenção.Se isto te faz tropeçar é uma pena,pois nem mesmo uma consagração pessoal te torna santo no sentido que você afirma.´

Romanos 12:1-"QUE APRESENTEIS VOSSOS CORPOS COMO SACRIFÍCIO VIVO,SANTO E ACEITÁVEL A DEUS,UM SERVIÇO SAGRADO,COM A VOSSA FACULDADE DE RACIOCÍNIO.

"BETEL NÃO ME RESPONDEU ATÉ HOJE" (subterfúgio)

Pois é,e quando eu quis te responder você mentiu na resposta de um texto e se contradisse de um modo espetacular,deu uma interpretação dúplice no texto de revelação(um sinal de falsidade no ensino,como vc diz),se fosse um "escravo fiel" deveria ter retirado do seu post aquela sua "teoria" de "causa e efeito" e feito um reajuste e deveria ter feito um reajuste no ensino de cristo de que o "foi-lhe dado uma coroa" não se cumpriu em 33EC,e também da visão que Daniel teve do filho do homem que "foi-lhe dado um reino" não se cumpriu em 33 EC.
E vc se preocupando se betel te deu ou não uma resposta! até nisso você está sendo dúplice,perdoe a sinceridade.
De qualquer modo,creio que nessa sua postagem aqui sobre "a casa de Deus",o assunto esteja encerrado.Está bem esclarecido que a liderança jamais ensinou isso.
Agradeço.


ExatoVerdade disse...

Anônimo (ou também oculto)
Back to home =D
E pronto para responder teus comentários evasivos .... (Embora teus associados "blogueiros" nunca aprovaram um comentário meu em seus blogs apologéticos da Torre de Vigia)

Primeiro não disse que me equivoquei em nada. Eu confirmo tudo o que disse e escrevi. Aliás esse tema merece outro artigo.

Meu único Mestre, Senhor Jesus, diz: "É da abundância do coração que a boca fala".

E muito se falou a respeito do salão (e outros edifícios) da seguinte forma:
"Casa de Deus", "Limpar a casa de Jeová". Já ouvi isso tanto da boca da liderança (anciãos) como de "publicadores".

Os membros da Torre usam essas "frases/jargões" pois é A Torre que incuti/endossa a ideia, o conceito, a "agenda"

No artigo abaixo, ela diz:

"Considerando a ira de Jesus em relação aos cambistas no templo, qual deve ser o ponto de vista correto sobre atividades comerciais no Salão do Reino?"

A propaganda da Torre (assim como todas as propagandas) atua no subconsciente dos membros de modo a atingir o objetivo desejado , nas consciência (e no coração) delas.

Note que a Torre compara (iguala) o salão com o "Templo de Deus". Note que ela não compara o salão com as "sinagogas", ela compara com o Templo.

http://www.jw.org/pt/publicacoes/livros/Hist%C3%B3rias-B%C3%ADblicas/Parte-6-Desde-o-nascimento-de-Jesus-at%C3%A9-a-sua-morte/Hist%C3%B3ria-89-Jesus-limpa-o-templo/


"Não se fala" - mas se induz (como todas as propagandas fazem)

A dedicação no contexto bíblico (que é o único contexto relevante ) significa santificação, colocar à partre PARA DEUS.

Romanos 12:1...se refere exatamente à manter-se a santificação (dedicação), pois os cristãos são o Templo de Deus.

Você estava reclamando dos 2 dias. Betel ainda não respondeu a muito mais tempo. E ainda está contando tempo...

O resto que você diz em sua resposta reflete apenas o seu modo de pensar...evasivo.

Quanto a Jesus começar a reinar como rei Celestial no primeiro século, a Bíblia é clara em mostrar que ele é rei Celestial muito antes de 1914. Há inúmeros artigos nesse blog explicando isso.

http://exatoverdade.blogspot.com.br/2012/11/e-meu-pai-quem-me-glorifica-jesus.html

Agora vc pode continuar acreditando na mentira da falsa parusia de 1914 (2 Tess 2:11-12). Respeito seu livre-arbítrio.


ExatoVerdade disse...

Não deixe de ler:

http://exatoverdade.blogspot.com.br/2012/11/demolindo-edificios-sagrados.html

chatlittle monstro disse...

anonimo ou A2 , como o conhecemos no EPTJ , está aí o que tanto pedes ao PV.
(Nosso Ministério do Reino 4/07 p. 6 pars. 1-6 Construção de Salões do Reino — parte importante do serviço sagrado)


Também gostaria que desse uma olhada neste artigo de onde tirei a fonte:
http://porquenaocreio.blogspot.com.br/2011/11/construcoes-saloes-reino-testemunhas.html

Já quebrei sua afirmação no outro blogue , agora trago o assunto pra cá , já que correu e não quis se retratar humildemente , coloco á disposição o tratado da torre e a fonte que merece seus créditos.
ainda aguardo retorno....