sábado, 12 de janeiro de 2013

eu o amarei e me mostrarei claramente a ele

Consideramos em artigos anteriores o que Jeová Deus fez por Jesus Cristo após Jesus ser morto pelos líderes da antiga organização religiosa que levava o nome de Deus, a saber:


1)Deus ressuscitou à Jesus Cristo. (Atos 2:30-32)

2)Deus fez com que seu Filho sentasse em seu trono, ou seja, Deus entronizou a Jesus como Rei Celestial do Reino de Deus (Atos 2:33-36, Rev 3:21, 1 Pedro 3:22, Filipenses 2:9-11, Efésios 1:20-21, Atos 5:31, Lucas 22:69)

Tendo o acima em mente, agora irei levantar aqui a pergunta que fiz para uma pessoa hoje ao dar testemunho de Jesus Cristo:

O que Jesus Cristo, qual Rei “dos domínios de cima” está fazendo desde que ele recebeu de Jeová toda a autoridade no céu e na terra? (Mateus 28:18)

Jesus Cristo, qual Rei Salomão Maior (Lucas 11:31), está construindo um Templo para Jeová. (Efésios 2:19-20)
Conforme ilustrado no artigo A Residência de Deus na terra , esse templo não é construído com “pedras , areia e cimento” - a argamassa desse Templo é o espírito santo. (O espírito santo é a “essência”, “a natureza”, “a composição” de Deus, corresponde a tudo que emana ou “irradia” de Deus: sua força motriz, sua potência, seu amor, sua alegria, sua bondade, sua paz, etc – Isaías 40:25,31 - Gálatas 5:22). Deus opera (realiza trabalho) à base de espírito santo -Zacarias 4:6, Mateus 12:28

Existe uma coisa muito importante que “irradia de Deus”, é algo muito, mas muito valioso: A Verdade.

“Jeová, Deus da verdade.” Salmo 31:5

Qual a relação entre a Verdade e o Templo de Deus? As “pedras” (pessoas) que comporiam tal templo seriam selecionadas , ou “santificadas” por meio da Verdade.

João 17:17,19
“Santifica-os por meio da verdade; a tua palavra é a verdade.
19 E santifico-me em seu benefício, para que também sejam santificados por meio da verdade.”

Assim vimos que Jesus está construindo um Templo para Deus, a questão abordada agora é: Como isso ocorre na prática?

Note por favor as palavras de Jesus Cristo aos líderes do povo de Jeová no primeiro século d.C.:

João 7:32 Os fariseus ouviram a multidão resmungar estas coisas a respeito dele, e os principais sacerdotes e os fariseus mandaram oficiais para o segurarem. 33 Portanto, Jesus disse: “Eu continuo mais um pouco convosco, antes de ir para aquele que me enviou. 34 Vós me procurareis, mas não me achareis, e onde eu estou, vós não podeis ir.” (Leia também João 8:21-30)

“Vós me procurareis, mas não me achareis” 

Os governantes religiosos do povo não entenderam as palavras acima de Jesus Cristo.
Jesus estava dizendo que ele iria voltar para os “domínios de cima” , para o céu – e o grande detalhe que Jesus salientou no caso deles foi: “Vós me procurareis, mas não me achareis”

Mais uns dias à frente em seu ministério, Jesus iria abordar mais uma vez esse mesmo tema, contudo, desta vez os ouvintes seriam não os líderes religiosos do povo judeu, mas sim os discípulos de Jesus Cristo. Vejamos o que Jesus disse desta vez:

João 13:33 Filhinhos, estou convosco mais um pouco. Procurar-me-eis; e, assim como eu disse aos judeus: ‘Para onde eu vou, não podeis ir’, digo também a vós atualmente.

Jesus disse para onde ele ia:
"eu vou embora para o Pai" - João 14:12, João 16:28

Jesus agora passa a dizer algo que ele não disse aos líderes que ministravam “a antiga aliança” de Jeová Deus:

João 14:15 “Se me amardes, observareis os meus mandamentos; 16 e eu solicitarei ao Pai e ele vos dará outro ajudador para estar convosco para sempre, 17 o espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque nem o observa nem o conhece. Vós o conheceis, porque permanece convosco e está em vós.

Assim Jesus apresentou a “ferramenta” - o ajudador , que emana de “Jeová, o Deus da verdade.” (Salmo 31:5)
Jesus disse que o espírito santo [ que emana de Deus – o espírito da Verdade] estaria com os seus discípulos para sempre.

“eu solicitarei ao Pai...e ele vos dará o espírito da verdade”

Já no caso da ocasião em que Jesus primeiramente falara aos líderes que professavam adorar à Jeová, Jesus disse para tais governantes: “Vós me procurareis, mas não me achareis”.
O motivo era que tais líderes faziam parte do mundo [mesmo professando adorar a Jeová], e conforme Jesus disse: “o mundo não pode receber [o espírito da verdade], porque nem o observa nem o conhece.”

Por outro lado, Jesus disse aos seus “filhinhos” (João 13:33):

João 14:18 - “Não vos deixarei orfanados. Vou ter convosco.”

Note a diferença:

- Aos líderes judeus (mundo):
“Vós me procurareis, mas não me achareis” - João 7:34

- Aos que amam a Jesus, observando os seus mandamentos:
Não vos deixarei orfanados. Vou ter convosco.” (João 14:18 )

Jesus prosseguiu estabelecendo a diferença:

João 14:19 “Mais um pouco e o mundo não me observará mais, mas vós me observareis, porque eu vivo e vós vivereis.”

- Aos líderes judeus (mundo):
“Vós me procurareis, mas não me achareis” - João 7:34
“o mundo não me observará mais”

- Aos que amam a Jesus (imitando-o):
mas vós me observareis, porque eu vivo e vós vivereis”

Assim, por meio do espírito da verdade, Jesus daria aos seus seguidores a seguinte garantia:

João 14:20 Naquele dia sabereis (1) que estou em união com o meu Pai, (2) e vós estais em união comigo, (3) e eu estou em união convosco.

mas vós me observareis, porque eu vivo e vós vivereis”

Embora o mundo não mais observaria à Jesus Cristo, Jesus deixou claro que por meio do espírito da verdade, os seguidores de Jesus ficariam sabendo do seguinte:

“sabereis que” - (saber: Estar informado de, estar a par, ter conhecimento de; conhecer)

(1) 'que estou em união com o meu Pai'
(2) 'vós estais em união comigo'
(3) 'e eu estou em união convosco.'

Jesus explicou como se dá esse “processo”:

João 14:21 Quem tem os meus mandamentos e os observa, este é o que me ama. Por sua vez, quem me ama, será amado por meu Pai, e eu o amarei e me mostrarei claramente a ele.
Quando estamos pisando nos mesmos passos de Jesus Cristo, não só tendo os seus mandamentos, mas também os observando, fazer isso dará prova que amamos a Jesus. Jeová amará a quem ama a Jesus Cristo: “quem me ama, será amado por meu Pai”.

João 17:26 E eu lhes tenho dado a conhecer o teu nome e o hei de dar a conhecer, a fim de que o amor com que me amaste esteja neles e eu em união com eles.”

e eu o amarei e me mostrarei claramente a ele.

O Pai irá fazer o que ele faz com o seu Filho Amado: Derramar espírito da verdade, espírito santo.
É por meio do espírito da Verdade que Jesus Cristo – qual Rei Celestial – “mostra-se claramente” ao então amado filho de Deus. (João 1:12-13)

Consideremos a seguinte pergunta feita à Jesus:

João 14:22 Judas, não Iscariotes, disse-lhe: “Senhor, o que tem acontecido que pretendes mostrar-te claramente a nós e não ao mundo?”

Lembre-se novamente o que Jesus disse em relação ao mundo (aos líderes judeus )
“Vós me procurareis, mas não me achareis” - João 7:34
“o mundo não me observará mais”

Ao responder a questão acima, Jesus explica novamente o que ocorre com um seguidor dele, note novamente o “processo”:

João 14:23 Em resposta, Jesus disse-lhe: “Se alguém me amar, observará a minha palavra, e meu Pai o amará, e nós iremos a ele e faremos a nossa residência com ele.

Detalhando os passos:
1) 'Se alguém me amar, observará a minha palavra'
2) 'e meu Pai (Jeová) o amará.'
3) 'nós iremos a ele e faremos a nossa residência com ele.'

e faremos a nossa residência com ele.”

Quem amar Jesus (a Verdade), receberá o Amor que Deus tem pelo seu Filho , o espírito de Jeová fará “residência” com tal pessoa. O espírito santo habitará nela. Tal amado filho (“Este é meu filho, o amado”) será Casa, Moradia, Templo de Deus. (Efésios 2:19-20, 1 Coríntios 3:16)

         "para que fôssemos chamados filhos de Deus"
 "que sorte de amor o Pai nos tem dado"

1 João 3:1 Vede que sorte de amor o Pai nos tem dado, para que fôssemos chamados filhos de Deus; e nós somos tais

João 12:26 “Quem quiser ministrar-me, a este o Pai honrará.”

Embora o 'mundo não mais observaria' a Jesus Cristo, os genuínos seguidores de Jesus Cristo receberam a seguinte garantia:

Não vos deixarei orfanados. Vou ter convosco.”
                      “vós me observareis”
     “e eu o amarei e me mostrarei claramente a ele.

De modo que o Verdadeiro Cristianismo não se baseia exclusivamente “em testemunho de homens”, mas sim primariamente no Testemunho que procede de Deus, por espírito santo. (Zac 4:6.7)

João 15: 26 Quando chegar o ajudador que eu vos enviarei do Pai, o espírito da verdade, que procede do Pai, esse dará testemunho de mim;

Os verdadeiros seguidores de Jesus tem a garantia:
esse dará testemunho de mim” - “vós me observareis”

         “o testemunho que Deus dá” - 1 João 5:10-11
o qual Deus, como testemunha, tem dado a respeito do seu Filho”

O próprio Deus, por meio do espírito da Verdade, dá testemunho aos seus amados filhos!
Uma vez tendo “observado” ["vós me observareis"] o testemunho dado pelo espírito da Verdade sobre Jesus Cristo, os seguidores de Jesus se tornam testemunhas de Jesus Cristo – passam a dar testemunho de Jesus (Revelação 12:17)

Jesus garantiu que os que o amassem receberiam o Testemunho sobre ele (“esse dará testemunho de mim”) do próprio espírito da Verdade, proveniente de Jeová:

1 João 3:24 Ainda mais, quem observa os seus mandamentos permanece em união com ele, e ele em união com tal; e por meio disso obtemos o conhecimento de que ele permanece em união conosco, devido ao espírito que ele nos deu.

1 João 4:13 Assim é que obtemos o conhecimento de que estamos permanecendo em união com ele e ele em união conosco, porque ele nos conferiu o seu espírito.

Lembre-se das Palavras de Jesus Cristo que consideramos acima:
João 14:20 Naquele dia sabereis [obtemos o conhecimento] (1) que estou em união com o meu Pai, (2) e vós estais em união comigo, (3) e eu estou em união convosco.

Compare João 14:20 com 1 João 3:24 e 1 João 4:13

e por meio disso obtemos o conhecimento de que ele permanece em união conosco

sabereis que” - (saber: Estar informado de, estar a par, ter conhecimento de; conhecer) - “obtemos o conhecimento

(1) 'que estou em união com o meu Pai'
(2) 'vós estais em união comigo'
(3) 'e eu estou em união convosco.'

porque ele nos conferiu o seu espírito.” “devido ao espírito que ele nos deu.” - “o espírito da verdade, esse dará testemunho de mim”

"E eis que estou convosco todos os dias, até à terminação do sistema de coisas.” - Mateus 28:20

“e por meio disso [recebimento do espírito santo] obtemos o conhecimento de que ele permanece em união conosco, devido ao espírito que ele nos deu.”

João 14:20 “Naquele dia sabereis ... eu estou em união convosco.”

"vós me observareis" - Os verdadeiros seguidores de Jesus Cristo observariam o Testemunho do próprio Pai, a respeito de Jesus Cristo - por meio do espírito da verdade.

Assim, desde que ascendeu ao céu e foi entronizado como Rei Celestial, o glorificado Jesus Cristo, durante os séculos, tem construído o Templo de Deus à base do Testemunho da Verdade pelo espírito da Verdade que emana, procede de Jeová. Este dá Testemunho que são um, que estão em união: Deus, Jesus e o discípulo amado – O discípulo recebe o testemunho “eis que estou convosco ” (João 17:21-23, Mateus 28:20, João 14:20, 1 João 3:24 , 1 João 4:13 ). De forma que o Cristianismo se baseia, não apenas em testemunhas humanas, mas primariamente no Testemunho que o próprio Pai concede em nome de Jesus Cristo.

João 7:39 No entanto, ele disse isso com respeito ao espírito que os que depositavam sua fé nele estavam para receber.

Quem deposita genuína fé em Jesus Cristo: recebe espírito santo.

João 1:12 No entanto, a tantos quantos o receberam, a estes deu autoridade para se tornarem filhos de Deus, porque exerciam fé no seu nome; 13 e nasceram, não do sangue,* nem da vontade carnal, nem da vontade do homem, mas de Deus.

1 João 5:9 Se recebemos o testemunho dado por homens, o testemunho que Deus dá é maior, porque o testemunho dado por Deus é o seguinte: o fato de que ele tem dado testemunho a respeito do seu Filho. 10 Quem deposita a sua fé no Filho de Deus, este tem o testemunho no seu próprio caso. Quem não tem fé em Deus, fez dele um mentiroso, porque não depositou fé no testemunho dado, o qual Deus, como testemunha, tem dado a respeito do seu Filho.

Leia também:
- Senta-te à minha Direita, Reina
A Casa de Davi: Ruína e Restauração
- Quem não honrar o Filho (Jesus), não honra o Pai (Jah)
 - Quem realmente governa o mundo, os domínios de baixo?
Jesus foi glorificado por Jah como Rei Celestial antes de 1914
Que Rei sou eu?

A Verdadeira Boa Nova: sermos filhos de Deus
Da morte para a Vida: Boas Novas
 -Você está no ensino de Jesus Cristo?
 - Fecharam o Reino dos céus diante dos homens
 - Pequeno Rebanho, outras ovelhas, duas esperanças? 
O prometido Espírito Santo
Dando testemunho de Jesus Cristo
Ser dos demais mortos: uma boa nova?
Os Filhos de Deus herdarão a terra
Nação Santa 




2 comentários:

Anônimo disse...

A razão para parar e refletir

Em conclusão, acredito que as Testemunhas de pensamento de todo o mundo precisam fazer uma pausa e meditar na página 29 da Sentinela de 15 de abril de 2013. Eles precisam olhar longo e duro em que a ilustração e perguntar-se as seguintes perguntas difíceis:

É realmente o que eu dediquei a minha vida a servir quando eu fui batizado?
São Testemunhas de Jeová realmente diferente de qualquer outra religião se eles têm essa hierarquia bem definida, que é quase idêntico ao da Igreja Católica?
Como pode a Administração executar tal e justificar uma enorme inversão de marcha, concedendo-se o Papa-como exemplo em um tribunal?
Por que observar o seu comando para não investigar informações objetivas sobre a organização quando ela está mudando diante dos meus olhos em algo que eu já não posso respeitar ou admirar?

abaixo está a declaração feita no tribunal , pesquisem pois lhes causará alivio:

http://jwsurvey.org/wp-content/uploads/2013/01/hierarchical-quote.jpg

ExatoVerdade disse...

Isso contribui para aquilo que escrevi no artigo de 19 de dezembro 2012:
Poucos sobre muitos, o padrão do mundo

A hierarquia piramidal....