quarta-feira, 18 de julho de 2012

Os homens vos expulsarão da sinagoga


João 16:1-3
1 “Tenho falado estas coisas para que não tropeceis. 2 [Os] homens vos expulsarão da sinagoga. De fato, vem a hora em que todo aquele que vos matar imaginará que tem prestado um serviço sagrado a Deus. 3 Mas, farão estas coisas porque não vieram a conhecer nem o Pai nem a mim. 4 Não obstante, tenho-vos falado estas coisas para que, quando chegar a hora delas, vos lembreis de que vos falei delas.



Hoje, dia 18 de julho de 2012, após ser julgado por uma comissão judicativa, fui expulso da sinagoga.

A sinagoga era o local onde pessoas queriam render adoração à Jeová. O mesmo se dá atualmente no Salão do Reino.

O motivo de minha desassociação é por eu professar (dizer abertamente, sem rodeios, sem máscaras) um ensino que é diferente daquilo que a organização ensina. 

(Basicamente eu professo que Jesus se tornou o rei do reino de Deus em 29 EC , sendo estabelecido como Rei nos céus (lugares celestiais) em 33 EC ao sentar à destra de Deus, no trono de Deus (Rev 3:21) -  e que portanto a doutrina de 1914 é inconsistente, e que a presença de Cristo, como rei do mundo ainda é futura - a profecia de Revelação 11:15 ainda tem um cumprimento futuro e não em 1914 como ensina a Torre). E que o "dia em que Noé entrou na Arca" (Mateus 24:38-39) é que iniciou a semana que marcaria a terminação do sistema de coisas.

Interessante, conforme as palavras dos anciãos que me julgaram no tribunal local, eles me disseram: “o ponto não é se àquilo que você ensina está correto ou errado, mas que está contrário à organização e você pode fazer pessoas saírem da organização”

De fato, eles foram incapazes de provar que àquilo que ensino está incorreto, porém eu provei que àquilo que eles ensinam, em nome da organização, está incorreto.

Eu disse aos anciãos que só posso ter fé naquilo que sou capaz de defender biblicamente por meio da faculdade de raciocínio. Sempre que pregamos publicamente e de casa em casa, nosso protocolo é: ensinar a Verdade por meio do raciocínio lógico, raciocinando com as pessoas à base das Escrituras. Portanto, eu disse para os anciãos: não posso quebrar o meu próprio protocolo.
Ainda mais, ninguém está acima da própria Bíblia. Seria tolice da minha parte estar agradando homens ou organização mas ao mesmo tempo estar em convicta desarmonia com as Escrituras. 'Temos de obedecer a Deus como Governante antes que aos homens'.

Àquilo que eu professo, resumidamente, é o seguinte: Jesus Cristo foi entronizado (sentou no trono) como o Rei do Reino dos Céus quando ele foi ressuscitado por Jeová Deus e foi-lhe concedido sentar-se à destra de Deus. Jesus, ou rei Davi Maior, passou a ser o Rei da Jerusalém celestial. Jeová fez que anjos nos céus e cristãos na terra estivessem sujeitos (submissos ou sob a autoridade) ao então Rei Jesus, Rei do Reino dos Céus. Jesus passou a ser o Rei ou Líder de todo aquele que adora ao único Deus verdadeiro Jeová. Assim o eterno Reino de Deus já tinha um Rei reinante ainda no primeiro século: Jesus, o Cristo. (Efésios 1:20-22, Filipenses 2:9, 1 Pedro 3:22, Heb 1:8-9, 1 Cor 15:24-26, Rev 3:21, Mateus 23:10, Hebreus 12:2)

O que chega a ser “irônico” é que o próprio Jesus foi condenado pela acusação dele ser Rei:

Mateus 27: 37 Também puseram por cima de sua cabeça a acusação contra ele, por escrito: “Este é Jesus, o Rei dos judeus.”
(Jesus é rei dos “judeus no íntimo” ou dos “israelitas de verdade” ou do “Israel de Deus”. Jesus basicamente disse à Pilatos que o reino dele não era terrestre, mas que era celestial; Jesus afirmou: "meu reino" é do céu)

Lucas 23: 2 Principiaram então a acusá-lo, dizendo: “Achamos este homem subvertendo a nossa nação e proibindo o pagamento de impostos a César, e dizendo que ele mesmo é Cristo, um rei.”
3 Pilatos fez-lhe então uma pergunta: “És tu o rei dos judeus?” Em resposta a ele, disse: “Tu mesmo [o] dizes.”

No Sinédrio (Supremo Tribunal) ao fazer a seguinte afirmação, Jesus foi condenado pelo Sumo Sacerdote (Autoridade Máxima da adoração de Jeová):


Lucas 22:69 No entanto, doravante o Filho do homem estará sentado à destra poderosa de Deus.

Sim, Jesus foi excomungado e morto por afirmar que ele estaria sentado (entronizado) à destra poderosa de Deus e que até mesmo os anjos estaria sujeitos à ele. (1 Pedro 3:22). Jesus foi morto por afirmar ser o Rei (que reina) do Reino dos céus.

Também todo àquele que seguiu à Jesus Cristo no passado, também foi excomungado e perseguido por afirmar que Cristo foi entronizado Rei do Reino de Deus:

Atos 17:7(b) E todos estes [homens] agem em oposição aos decretos de César, dizendo que há outro rei, Jesus.”

(Os cristãos sabiam que Jesus era o Rei do Reino dos Céus – Jeová o enaltecera como tal – Atos 2:33, 3:13)

Atos 7: 56 e [Estevão] disse: “Eis que eu observo o céu aberto e o Filho do homem em pé à direita de Deus.” 57 A isto eles clamaram ao máximo da sua voz e puseram as mãos sobre os ouvidos e arremeteram à uma contra ele. 58 E depois de o lançarem fora da cidade, começaram a atirar pedras nele.


Sim, professar que Jesus foi enaltecido como Rei do Reino dos Céus, no trono à Destra de Jeová, sempre resultou em julgamento, expulsão , ostracismo ou morte. Tanto no passado como cerca de 2000 anos depois!! Nada Mudou.
Também, da mesma forma que foi no passado, é a própria liderança e autoridade entre o povo de Jeová, aqueles que professam adorar o Pai Jeová, que acusa e condena à “morte” qualquer um que afirmar que Jesus se tornou o Rei efetivo do Reino dos céus após sua ressurreição e ascensão ao céu. Tal liderança negou e ainda nega que Jeová concedeu os poderes e autoridades e sujeitou todas as coisas no Reino dos Céus para o Rei Jesus.

A liderança terrestre do povo de Jeová sempre ameaçou todo aquele que exerceu fé em Jesus , como sendo o Cristo, ou Rei do Reino de Deus:

João 9:22 Seus pais diziam estas coisas porque temiam os judeus , pois os judeus já tinham chegado a um acordo de que todo o que o confessasse como Cristo fosse expulso da sinagoga.

(os judeus eram aqueles que levavam o nome de Jeová)

João 12:42 De qualquer modo, muitos dos próprios governantes depositavam realmente fé nele, mas, por causa dos fariseus, não [o] confessavam, a fim de que não fossem expulsos da sinagoga; 43 pois amavam mais a glória dos homens do que mesmo a glória de Deus.


Agora, mesmo sendo considerado como “Raca” , “desprezível” , “como nada” pelos meus irmãos de fé e familiares , mesmo assim ainda posso usufruir o consolo das Escrituras e adorar a Jeová em Espírito e Verdade, por meio do único caminho: Nosso Rei Jesus Cristo.

Lucas 6:20
20 E ele ergueu os olhos para os seus discípulos e começou a dizer:

Felizes sois vós, pobres, porque vosso é o reino de Deus.

21 “Felizes sois vós os que agora tendes fome, porque sereis saciados.

Felizes sois vós os que agora chorais, porque haveis de rir.

22 “Felizes sois sempre que os homens vos odiarem, e sempre que vos excluírem, e vos vituperarem, e lançarem fora o vosso nome, como iníquo, por causa do Filho do homem. 23 Alegrai-vos naquele dia e pulai, pois, eis que a vossa recompensa é grande no céu, porque estas são as mesmas coisas que os antepassados deles costumavam fazer aos profetas.

24 “Mas, ai de vós, ricos, porque já tendes plenamente a vossa consolação.

25 “Ai de vós os que agora estais saciados, porque passareis fome.

Ai, vós que agora rides, porque pranteareis e chorareis.

26 “Ai, sempre que todos os homens falarem bem de vós, porque coisas como essas são as que os antepassados deles fizeram aos falsos profetas.

27 “Mas, eu digo a vós, os que estais escutando: Continuai a amar os vossos inimigos, a fazer o bem aos que vos odeiam, 28 a abençoar os que vos amaldiçoam, a orar pelos que vos insultam. 


Mateus 6:9 “Portanto, tendes de orar do seguinte modo:“‘Nosso Pai nos céus, santificado seja o teu nome. 10 Venha o teu reino"

Tiago 5:7 Portanto, exercei paciência, irmãos, até a presença do Senhor. Eis que o lavrador fica esperando o precioso fruto da terra, exercendo paciência com ele, até que venha a chuva temporã e a chuva serôdia. 8 Vós também exercei paciência; firmai os vossos corações, porque se tem aproximado a presença do Senhor.

Nesse tempo, poderemos enfim exclamar genuinamente:
 “O reino do mundo tornou-se o reino de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará [não só o céu mas também sobre o mundo] para todo o sempre.” - Rev 11:15

Leia também:
Raca, Tolo Desprezível
Trono De Jeová

Um comentário:

ednilson sacramento disse...

Bom dia irmão Paulo e bem vindo ao mundo dos apóstatas.
Os apostatas são odiados pela organização terrestre de Jeová.
QUANDO ACABA O ARGUMENTO.
O que fazer quando, o servo de Deus, após tentar convencer alguém sobre determinado assunto, tem todos os seus argumentos lógica e biblicamente refutados?? Ele fica com raiva. Ele passa a odiar.
QUANDO DEVO DEIXAR DE AMAR??
Será que esta é uma situação na qual eu posso deixar de amar??
O que fez o Mestre no caso do fariseu Saulo de Tarso??
Neste caso, somente Jesus podia iniciar o convencimento de Saulo, pois ele (Saulo) não via nada de errado nas suas ações de ódio por aqueles que ele tentava fazer retratar-se diante da organização terrestre de Jeová.
A organização terrestre de Jeová praticava ações de ódio e de violência?? Sim, praticava.
QUEM ENSINOU ESTA VIOLÊNCIA E ÓDIO PARA A ORGANIZAÇÃO TERRESTRE DE JEOVÁ??
Teria sido o próprio Jeová??
Que leis repassou Moisés para a organização terrestre de Jeová??
Tendes de matar; teu olho não deve ter dó; removei o mal do vosso meio.
O SALMISTA REVELOU O QUE TINHA NO CORAÇÃO.
Eu odeio com ódio consumado aqueles que são inimigos de Jeová.
ELE ESTAVA OBEDECENDO AS ESCRITURAS.
As ordens foram dadas por Moisés, não foram?? Estão nas Escrituras não estão??
JESUS DESMENTE AS ESCRITURAS.
Foi dito que é para amar os amigos e odiar os inimigos, no entanto, eu vos digo: Ame o inimigo, imite o Pai Celestial.
NÃO FOI O PAI QUEM MANDOU ODIAR O INIMIGO.
Desde sempre, o Pai não manda o "Seu filho" odiar um outro "Seu filho". O Pai Celestial pede: "Filho, independente do que o teu irmão te faça, continue a amá-lo. Não o odei e não pratique nenhuma violência contra ele, nenhuma violência."
HOJE, A ORGANIZAÇÃO TERRESTRE DE JEOVÁ CONTINUA A OBEDECER AS ESCRITURAS.
Paulo mandou remover o iníquo de dentro da organização terrestre de Jeová. Paulo mandou que a organização cortasse qualquer convívio com "certos pecadores de dentro da organização terrestre de Jeová", nem seguer comendo com eles. Hoje, eles nem sequer respondem a um cumprimento (bom dia), logo, sequer oferecem um cumprimento.
ORDEM DO PAI DADA A MOISÉS.
"Não deves odiar, deves reprender, e assim não levarás o pecado junto com ele". Repreendeer se faz com a boca. Jesus mostrou como é que se faz. Jesus afiremou que estava obedecendo a "Lei e os profetas".
Então, porque Jesus não obedecia a Moisés, como fazia "toda" a organização terrestre de Jeová?? As palavras de Moisés estão nas escrituras.
O diabo disse para Jesus: "Está escrito". E estava escrito. Onde?? Nas escrituras.
Odiar, matar, excluir e outras coisas, também estão nas escrituras, tanto as ordens como os exemplos praticados pelos servos de Jeová.

JESUS SABIA ONDE ESTAVAM AS PÉROLAS.