quinta-feira, 21 de junho de 2012

Jeová – Deus cumpridor de pactos


                      
Vemos no relato do Dilúvio um maravilhoso paralelo entre o fim daquele antigo sistema de coisas e o atual sistema de coisas.

A terminação do antigo sistema de coisas dos dias de Noé , envolvia um cumprimento de pacto, entre Jeová e Noé.

Lemos em Gênesis 6:17 “E quanto a mim, eis que estou trazendo o dilúvio de águas sobre a terra, para arruinar debaixo dos céus toda a carne em que a força da vida está ativa. Tudo o que há na terra expirará. 18 E deveras estabeleço contigo meu pacto; e terás de entrar na arca, tu e teus filhos, e tua esposa, e as esposas de teus filhos contigo. 19 E de toda criatura vivente, de toda sorte de carne, levarás duas de cada uma para dentro da arca, a fim de as preservares vivas contigo.


estabeleço contigo meu pacto; e terás de entrar na arca”

O pacto entre Jeová e Noé envolvia a construção de uma arca, que seria o meio de sobrevivência para a humanidade.

Gênesis 6:14 Faze para ti uma arca da madeira duma árvore resinosa. Farás compartimentos na arca e terás de cobri-la com alcatrão por dentro e por fora.

Assim o pactuado Noé deveria construir uma arca a fim de prover a sobrevivência, por sua vez Jeová cumpria a sua parte no pacto por permitir que Noé entrasse na arca.

Gêneses 6:22 E Noé passou a fazer segundo tudo o que Deus lhe mandara.

Noé trabalhou cerca de 40 a 50 anos na construção dessa arca.

Jeová por sua vez aguardava pacientemente enquanto a arca era construída:

1 Pedro 3: 20 os quais outrora tinham sido desobedientes, quando a paciência de Deus esperava nos dias de Noé, enquanto se construía a arca, na qual poucas pessoas, isto é, oito almas, foram levadas a salvo através da água


Até que finalmente Noé concluiu a construção da arca. Noé “fez exatamente assim”. Gen 6:22

Muito bem, Noé cumpriu a parte dele, cumpriria Jeová a sua? Evidente que sim!

Lemos em Gênesis 7:1 Após isso, Jeová disse a Noé: “Entra na arca, tu e todos os da tua casa, porque tu és quem eu vi ser justo diante de mim no meio desta geração. 2 De cada animal limpo tens de tomar a ti de sete em sete, o macho e sua fêmea; e de todo animal que não é limpo apenas dois, o macho e sua fêmea; 3 também as criaturas voadoras dos céus de sete em sete, macho e fêmea, para se preservar viva [alguma] descendência na superfície de toda a terra. 4 Pois, em apenas mais sete dias farei que esteja chovendo sobre a terra por quarenta dias e quarenta noites; e vou obliterar da superfície do solo toda coisa existente que tenho feito.” 5 E Noé passou a fazer segundo tudo o que Jeová lhe mandara.

Assim Noé entrou na arca , o que marcou o início do período de terminação daquele sistema (7 dias), e Noé ainda teria um trabalho conclusivo a fazer durante a terminação daquele sistema: receber e alojar os animais dentro da arca.

Gen 7:10 “E aconteceu que sete dias depois vieram as águas do dilúvio sobre a terra.”

A terminação do atual sistema de coisas seguirá o mesmo modelo. (Mat 24:36-39)

Jesus, o primeiro a ser ungido por Jeová como rei-sacerdote do reino dos céus também esteve pactuado com Jeová nos dias que esteve aqui na terra. Jeová fizera com Jesus um pacto para um Reino. E Jesus por morrer íntegro a Deus mesmo numa estaca de tortura provou que Jeová é o seu Soberano, e não o Diabo. Jesus cumpriu sua parte no pacto, cumpriria Jeová a sua? Claro que sim.

Jesus após ser ressuscitado e ascender aos céus recebeu toda a glória e poder e honra no Reino dos Céus.
Jesus passou a ocupar a posição de maior destaque possível no Reino dos céus: o Lado Direito do Pai Jeová.

1 Pedro 3: 22 Ele está à direita de Deus, pois foi para o céu; e foram-lhe sujeitos anjos, e autoridades, e poderes.

Filipenses 2:9 Por esta mesma razão, também, Deus o enalteceu a uma posição superior e lhe deu bondosamente o nome que está acima de todo [outro] nome, 10 a fim de que, no nome de Jesus, se dobre todo joelho dos no céu, e dos na terra, e dos debaixo do chão, 11 e toda língua reconheça abertamente que Jesus Cristo é Senhor, para a glória de Deus, o Pai.

Sim, Jeová cumpriu o pacto com Jesus, tornou-o rei do reino dos céus (isso ainda no primeiro século EC)

Jesus, sob a vontade de Jeová, também estabeleceu um pacto com os seus seguidores ou “Israel” ou cristãos.

Lucas 22: 29 e eu faço convosco um pacto, assim como meu Pai fez comigo um pacto, para um reino, 30 a fim de que comais e bebais à minha mesa, no meu reino, e vos senteis em tronos para julgar as doze tribos de Israel.

Ou seja, Jesus que logo seria enaltecido como Rei do Reino dos céus, estabelecera um pacto com seus seguidores de modo que esses também estariam sentados em tronos para julgar todas as tribos de Israel – todos os cidadãos da nação cristã ou todos os cristãos.

Assim como Noé, os cristãos que serão reis também trabalham pactuados e quando o Templo de Deus ( 1 Cor 3:16) estiver concluído – cujo mestre de obras é o rei Davi Maior – Jesus Cristo, nesse dia, será o dia em que Jeová dirá aos cristãos ungidos: “Entrem na arca” , “Ressuscitem para o Reino” e para os que ainda estiverem vivos na terra: “Entre na Presença do Senhor”.

Assim como Noé, os ungidos aqui na terra também terão um trabalho conclusivo a fazer relacionado com o cumprimento de várias profecias, nesse tempo será revelado ao mundo os filhos de Deus:

Rom 8:18 Conseqüentemente, eu considero os sofrimentos da época atual como não importando em nada, em comparação com a glória que há de ser revelada em nós. 19 Pois a expectativa ansiosa da criação está esperando a revelação dos filhos de Deus.


Antes de Noé terminar a arca, a paciência de Jeová esperava, assim como Ele exerce paciência, exerçamos também, até a presença do Senhor.
Tiago 5:7 Portanto, exercei paciência, irmãos, até a presença [parousia] do Senhor. Eis que o lavrador fica esperando o precioso fruto da terra, exercendo paciência com ele, até que venha a chuva temporã e a chuva serôdia. 8 Vós também exercei paciência; firmai os vossos corações, porque se tem aproximado a presença [parousia] do Senhor.

Leia Também

Nenhum comentário: